Pipoca de Tinta: Peaky Blinders

Formato: Série
Gênero: Drama - Crime - História
Duração Média: 60 minutos por capítulo
Criadores: Steven Knight
Idioma Original: Inglês
Estréia: setembro 2013
Emissora: BBC
Temporadas: 04
Episódios por Temporada: 06
Enredo: A trama gira em torno de uma família de Birmingham que, em 1919, vive de assaltos, extorsões e apostas. Conhecida pelo apelido de Peaky Blinders,  o grupo é liderado por Tommy, personagem de Cillian Murphy . A situação da família muda com o fim da Primeira Guerra Mundial, quando Tommy descobre que precisará enfrentar um novo chefe de polícia. Recém chegado de Belfast, o policial está determinado a limpar as ruas de Birmingham dos criminosos e revolucionários.



"Ele é um Deus, ele é um homem
Ele é um fantasma, ele é um guru
Eles estão sussurrando seu nome
Por essa terra evanescente
Mas escondido em seu casaco
Está sua mão direita avermelhada"
                                              Red Right Hand - Nick Cave

Olá, Leitores.

Como prometido  no Instagram do blog ( não conhece o nosso ig? Siga o @mundo_de_tinta e fique por dentro do que estamos lendo/vendo/escutando) hoje eu vim falar dessa série que me arrebatou desde o primeiro episódio. 
Peaky Blinders, como diz a sinopse, tem como período histórico o início do século XX e como localização a cidade de Birmingham na Inglaterra que à época era essencialmente um distrito industrial e formada pelas favelas onde residiam os trabalhadores dessas fábricas.
Mas, nem só de trabalhadores era feita a população da cidade. Ciganos, apostadores, revolucionários e toda a sorte de malfeitores também residiam na cidade.
É nesse cenário que vive a familía Shelby. Formada pelo irmãos Arthur, Thomas (Tommy) , John, Ada e Flinn juntamente a tia Polly Gray . 


Os irmãos Shelby mais velhos formam a temida gangue Peaky Blinders, conhecida assim  por carregarem navalhas em suas boinas, que são capazes de cegar e até matar um homem. Liderados por Thomas (Tommy) Shelby, a família vive de extorsões, assaltos e apostas. Até que em um assalto, eles roubam a carga errada, um carregamento de armas da fábrica BSA, e recebem a proposta de vendê-la para o Exército Republicano Irlandês (IRA) que deseja a independência da Irlanda contra a Inglaterra. Por esse motivo, o governo inglês é obrigado a intervir e Churchill, primeiro ministro à época, envia um novo chefe de policia para a cidade com a finalidade de frustrar os planos da quadrilha.


Esse é o tema inicial da série, que já está na sua quarta temporada ( todas disponíveis na netflix).
Baseada em uma história real (os Peaky Blinders realmente existiram e esse era  o nome dado inicialmente a essa gangue especifica, mas depois passou a ser nome dado para qualquer gangue composta por jovens  que usassem os métodos do bando original. Se tiver curiosidade,saiba mais aqui) a série conquista pela excelente cenografia, a atuação consistente do elenco e a trilha sonora, além é claro, da trama que evolui a cada temporada começando com os planos de Tommy em conseguir  a liderança em Birmingham, e evoluindo passo a passo para se tornarem maiores, afinal, "o céu é o limite".  Inteligente, sarcástico e ousado, embora muito violento, o personagem de Gillian Murphy ( e por que não o ator? ) ganha a cena mesmo sendo do lado "mau da força". O sotaque leve do ator, aliado a sua sussurrante voz faz das suas cenas, uma sedução constante.
Falando em sedução, nem só de violência vive a série. O romance também faz parte da trama e tem algumas cenas de suspirar. Afinal, os brutos também amam...e sofrem.

Juntando tudo isso a uma música de abertura empolgante - Red Right Hand, Nick Cave ( também gravada pelo Artic Monkeys) e  finais de temporada de tirar o fôlego, Peaky Blinders é a série para maratonar e roer as unhas.

Se vocês leitores gostam de  história, ação, drama, romance e como eu adoram torcer pelos vilões, a série é para vocês. Não percam tempo e assistam. Se assistirem, venham comentar comigo!!!
Até mais,

Nenhum comentário

Postar um comentário

Agradecemos pelo comentário!