Especial Mundo Dark: Os Senhores dos Dinossauros

Série: Os Senhores dos Dinossauros #1
Autor: Victor Milán
Tradutor: Alexandre Callari
Número de páginas: 480
Editora: DarkSide Books
ISBN: 9788566636741
Ano: 2015
Nota: 5/5

Sinopse: Em “Os Senhores dos Dinossauros”, Victor Milán consegue materializar um sonho que milhares de leitores compartilham secretamente desde a infância: cavalgar os gigantes répteis pré-históricos, como o terrível Tiranossauro Rex. O romance se passa no Império da Nuevaropa, um continente claramente inspirado na Europa do século XIV. Cultura e costumes, religião, conflitos políticos, tecnologia e armamento são compatíveis com o último período da Idade Média. Mas neste mundo, construído pelos Oito Criadores, os dinossauros também fazem parte do arsenal de guerra.


Começar essa resenha é um pouco difícil, eu adorei a obra e por isso me sinto na obrigação de compartilhar com vocês o motivo. Ficou um pouco grande, mas para quem está tentando decidir se a obra é para si, acho que a resenha é bem válida. Dúvidas sobre a história ou qualquer coisa, deixem um comentário ;)

Resenha:

Imagine GOT + Bernard Cornwell + Dinossauros! É um livro rico e único.


Vou explicar um pouco sobre o que é Paraíso, o mundo criado pelo autor, para que vocês saibam o que vão encontrar. Imagine um mundo em que os dinossauros existem, todas as espécies. Imagine que dos animais que nós estamos acostumados a conhecer são poucos os que existem neste mundo mágico, como cavalos e furão, entre outros poucos. Tudo o que nós fazemos com nossos animais eles fazem com os dinossauros: alimentação, puxar carga, usar para caçar, fazer de caça, usar na guerra. O que eu quero dizer é: a fauna deles é composta toda de dinossauros. Como a história se passa na idade média, ao atravessar uma floresta você deverá tomar cuidado com carnívoros e outros dinossauros, grandes e pequenos. Do mesmo jeito que em um livro de idade média que se passe na Terra os personagens teriam medo de lobos, onça, pantera, dependendo da região em que fosse a história.

Outro ponto interessante do mundo criado é a religião. Existem 8 deuses, os Criadores. O livro sagrado deles diz que todo tipo de reneração é permitido, apenas o ateísmo é condenável. E que se as pessoas não se comportarem os Anjos Cinza virão exterminar os pecadores. Também diz que os nobres devem mandar nos não nobres e estes devem obediência aos seus senhores. Aí já viu que não funciona. Existem vários grupos religiosos que se portam de diversas maneiras. Sendo que um deles resolveu que o livro sagrado é uma metáfora e que não deve ser interpretado ao pé da letra, é a seita ‘Vida por Vir’. Eu acredito que essa é a motivação principal da história toda, mas a motivação não é tão aberta assim, por isso que disse ‘eu acredito’.

A forma como as pessoas interagem e se vestem é ditada pela forma como elas interpretam a religião. Assim, na cidade de La Merced onde está a corte do imperador de Nuevaropa é comum o uso de apenas tangas e mantos. Também é normal a prática sexual e o bissexualismo. Tanto por homens quanto por mulheres, sendo o bissexualismo por homens não tão bem visto por todos. Já na Alemania, mais frio, é comum o uso de mais roupas e considerado indecente e selvagem o comportamento dos Mercedenses. E o povo da ‘Vida por vir’ que acha que os prazeres devem ser gozados na próxima vida ao invés dessa, acham quase todo mundo pecadores.

2 termos devem ser explicados para que não haja dúvidas: 
  • Senhores dos Dinossauros são os TREINADORES/CUIDADORES dos dinossauros de guerra. Eles são pessoas pobres que trabalham para os nobres. São valiosos no sentido de que um bom senhor dos dinossauros é importante para o exército, mas são servos e por isso nem um pouco bem tratados. 
  • Por outro lado, os Cavaleiros de Dinossauros são nobres que usam os dinossauros como montaria. Porque convenhamos, se é caro manter um cavalo treinado, saudável e bem alimentado para a guerra, imagine um dinossauro! Vale mencionar que 90% dos nobres do livro são como nobres de qualquer outro livro e possuem o apelido bem dado de ‘Cabeças de Balde’. Os melhores cavaleiros de dinossauros da história são aqueles da ‘Ordem dos Companheiros de Nossa Dama do Espelho’.

Os Cardeais são carnívoros treinados e importados para Nuevaropa para ser usado na caça
Então esse é o mundo que vocês vão encontrar. O império de Nuevaropa está em paz com os vizinhos por isso vive com guerrinhas civis bestas. No início do livro temos logo uma dessas batalhas. Onde encontramos os principais personagens homens da história. Karyl, nobre que comandou a Legião do Rio Branco, o único que é ao mesmo tempo Cavaleiro de Dinossauro e Senhor dos Dinossauros. Ele monta Shiraa uma alossauro selvagem que só obedece o próprio Karyl porque ele foi a primeira coisa que ela viu ao sair do ovo. Encontramos também o menestrel e senhor dos dinossauros Rob Korrigan que será companheiro de Karyl na história. É através de Rob que conseguimos informações sobre o fechado Karyl.
Shiraa, montaria de Karyl, o carnívoro temível Alossauro, clique aqui para mais informações
Nessa luta também encontramos Jaume, o comandante dos Companheiro da Dama e herói do Rei. É ele quem comanda as forças do Rei. Um emprego miserável se quiserem minha opinião. Há cabeças de balde suficientes no exército para enlouquecer o comandante, principalmente se ele não é considerado o superior. Jaume se encontra em uma posição ainda mais difícil porque uma ordem religiosa baseada nos princípios religiosos que ele mesmo prega está sendo perseguida pelo Rei e pelo Papa (que gosta da Vida por Vir mas não pode admitir, já que ele é o Papa). E Jaume é quem deve combater essa ordem. Muitas coisas que o Rei tem pedido que ele faça são contra o que ele pensa. Imagine como fica a cabeça do homem!
Camellia, montaria de Jaume é um Sacabuxa, um tipo de hadrossauro

E o último personagem principal homem apresentado é o Duque Falk Herzog von Hornberg, um alemán que está lutando contra o imperador. Após a derrota nesta batalha ele recebe o perdão real ao se desculpar e explicar porque estava lutando. Eu desgostei dele logo de início, no sentido de que elegi ele o vilão da história. Como as coisas são complexas é complicado determinar mocinhos e vilões. Assim com em GOT a história gira em torno de um reino e pessoas, não exatamente acompanhando um personagem principal.
Montaria de Falk: T-Rex Albino chamado Floco de Neve (não achei foto de um albino)

A sociedade criada pelo autor é machista incubada. No sentido de que em La Merced as mulheres são até respeitadas e tal, mas não é o que acontece no mundo inteiro. Assim a única personagem ‘principal’ feminina é Melodía, filha mais velha do imperador. Acontece que em Paraíso as doenças são raras e a expectativa de vida passa dos 3 séculos. Portanto por mais que Melodía queira participar da política ela não pode fazer nada até o pai dela deixar. E como ele está se divertindo mandando seu exército para batalhas inúteis, ela fica lá sem saber seu lugar no mundo. A personagem evolui ao longo do livro, mas tive vontade de sacudir ela muitas vezes. Embora se me dessem a chance de dar uns tapas correcionais em 1 único personagem eu escolheria o pai dela, o Imperador.

Ainda falando sobre mulheres no livro: elas lutam no exército ao lado de homens, comandam países (a mãe de Falk que o diga), comandam infantaria. São incentivadas a aprender a se defender desde pequenas e andar armadas, no mínimo com uma adaga. Mas não esqueçam que a sociedade é machista e patriarcal ;) 

Ganhei esse livro no fim do ano passado no meu aniversário. Comecei a ler imediatamente, mas eu não queria que ele acabasse, então espichava a leitura o máximo possível. Com 2 semanas de leitura, em 65%  e prevendo a mega ressaca que ele ia me dar eu interrompi a leitura. Sim, eu fui fraca, eu estava apaixonada por Paraíso e por tudo o mais e não queria que acabasse! Retornei do começo em Junho para esse Especial Dark. Não que eu não lembrasse de cada detalhe da história, mas eu queria ainda prologar ao máximo minha estada em Paraíso. Em cerca de 1 semana eu concluí a leitura :'( Isso porque só lia em casa, nada de carregar my precious por aí.

Eu sinceramente adorei o livro! Tudo nele! É um mundo criado do zero com apenas poucas coisas parecidas com o nosso, descrever e montar isso na nossa cabeça sem deixar cansativo não é fácil. Acredito que o autor fez um bom trabalho, mas o leitor precisa respirar fundo e mergulhar de cabeça sem querer absorver tudo de uma vez. Se deixe levar pela correnteza sem pressa, curta a paisagem, os dinossauros, os personagens.

Um detalhe legal também é que o autor mistura inglês e espanhol, por isso algumas vezes os títulos dos personagens ficam no original. Vi que algumas pessoas chamaram isso de ‘erro de tradução’, eu chamo de ‘artístico’ porque deu um charme a mais no livro. Mas erros de digitação e gramática acontecem ao longo do livro sim, nada terrível, mas pelo rim cobrado pela editora isso não poderia acontecer.

Só senti falta de um mapa de Paraíso, mas okey. Recomendo essa leitura para aqueles que verdadeiramente gostam de fantasia, batalhas e intrigas políticas.


Gostou da resenha? Deixe sua opinião clicando nos botões de reações aqui embaixo :D

E não esqueça que estamos sorteando The Kiss Of Deception, é só comentar este post e depois preencher o form aqui.

11 comentários

  1. Quando comecei a ler a resenha pensei DarkSide, idade medieval, dinossauros --> quero este livro. Mas pelo que entendi, a história é muito centrada em política, não sei se vou gostar tanto assim.
    Sua resenha está ótima, bem detalhada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu vi muita gente em dúvida sobre esse livro, fiz a resenha tentando mostrar bem o que esperar dele. É bem político sim, mas as cenas de batalha são muito boas, e cara, tem dinossauros! rsrsrsrs Só a Shiraa e a Camelia já valem a leitura ;)

      Excluir
  2. Eu não queria ler esse livro justamente por causa dos dinossauros, fiquei com preguiça, mas agora você explicando tao bem o mundo, parece realmente que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi mta gente reclamando desse livro, ou com informação desencontrada. Tentei expressar ao máximo o que esperar do livro sem soltar spoilers rsrs. Os dinossauros são importante, mas os personagens de verdade são humanos rssrrs. Estou ansiosa pelo próximo. Leia sim :D

      Excluir
  3. Não tinha certeza sobre esse livro mas depois dessa resenha certamente vou ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Papel cumprido então :D Tudo que eu queria era que justamente ajudar as pessoas a decidirem ler ou não, e saber o que esperar dele. Leia sim e nos conte o que achou :D

      Excluir
  4. Esse livro parece ser bem interessante, com certeza vou ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é ótimo! Leia sim e nos conte o que vc achou :D

      Excluir
  5. Oi, Agatha!
    Parabéns pela resenha, ela ficou muito bem estruturada, criativa e despertou a minha curiosidade em ler ele. Está é a primeira vez que leio alguma coisa sobre este livro e adorei.
    Beijokas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :D Fico feliz em saber, o propósito da resenha era mesmo contagiar as pessoas rsrsrsrs

      Excluir
  6. Eu já tinha lido uma resenha sobre este livro e até fiquei interessada nele, mas acabei deixando de lado por ter outras leituras que me interessavam mais. Agora lendo novamente sobre este livro voltou a vontade de ler. Sua resenha me deixou empolgada com os detalhes e personagem. Dessa vez não vou deixar passar. Vou tentar ler. Só em ver essa capa já fiquei apaixonada.
    Valeu a dica. Beijos.

    ResponderExcluir

Agradecemos pelo comentário!